Hey! Você está no Blog YUME, seja bem-vindo(a)!

Bem vinda (o) ao YUME, um blog pessoal e sem fins lucrativos, criado pela B-chan, para satisfazer seu próprio ego.
Aqui, você encontrará reviews de animês e mangás, matérias sobre J-music e K-music, além de comentários de notícias relacionadas a esses meios.

Crunchyroll chega ao Brasil

Para aqueles que não sabem, desde o começo desse mês (01.11.12) o Crunchyroll lançou uma versão para o público brasileiro. O Crunchyroll é um portal estaduniense de exibição de séries de animês, mangás, doramas e outros conteúdos midiáticos de origem asiática, em que os usuários podem assistir legalmente, com legendas, e muitas vezes até ao mesmo tempo em que são exibidos no Japão.

Não é necessário ser um gênio para ver que os fãs de mídias asiáticas estão em polvorosa. Muitos felizes, muitos desconfiados e tem até gente contra.

Crunchyroll chega ao Brasil


Infelizmente, é notável a diferença entre a quantidade de séries disponíveis para os estadunienses e para os brasileiros. O catálogo, em nosso país, ainda é pequeno, e alguns fansubs tem legendas muito melhores que o Crunchyroll. Mas aqui não quero entrar em questões de mérito, até porque se espera que a diversidade e qualidade das legendas melhores conforme o feedback.

Eu e você, que provavelmente lê mangás e assiste animês, sabemos que até pouco tempo atrás a única forma de ter acesso a estes conteúdos era de forma "ilegal" através de fansubs. E diga-se a verdade, os fansubs brasileiros são alguns dos melhores do mundo - qualidade e comprometimento. Foi principalmente por causa deles que o Brasil tem tantos fãs como nós. Não dá para negar isso. E é por causa desta quantidade de fãs que esse portal veio ao Brasil. 

Pois bem, uma opinião pessoal minha é que não se pode dizer que a forma de distribuição "ilegal" dos fansubs é exatamente danosa, uma vez que mais da metade dos títulos traduzidos provavelmente nunca chegariam ao país. Como não haveria o lado negativo da suposta perda de dinheiro (realmente se perde?), pesaria apenas o lado positivo: o da criação e consolidação de um público alvo para este tipo de conteúdo. Num mundo idealizado, não haveria disputas entre fansubs e distribuidores de conteúdos.  Mas não é bem assim. Veremos nestes próximos meses como o Crunchyroll afetará os fansubs (e vice-versa) -- se afetará.

A verdade é que a entrada do Chrunchyroll anuncia, quem sabe, novos tempos para os "otakus" brasileiros.  De fato, um portal com conteúdo legalizado, online, em alta qualidade de imagem, supostamente diversificado e com legendas em PTBR é atrativo. Sem falar nas parcerias poderosas que o portal possui. Financiado pela TVTOKYO, com ANIPLEX, MICROSOFT, SONY, SANSUNG e SHUEISHA como alguns dos parceiros, é fácil ver o potencial do portal.

Se esse anúncio irá se cumprir ou não, depende apenas de quanto o site pretende investir no Brasil, pois cá entre nós, podemos afirmar que somos exigentes em relação a qualidade deste tipo de conteúdo.


Para acessar o Crunchyroll, basta clicar aqui

2 Comentários:

srta.uzumaki disse...

É sempre assim, já imaginava que seria limitado! Mas melhor do que nada né??? ótimo post!
---
Tá rolando sorteio lá no anime oishii, um mangá! Confere lá http://www.animeoishii.com/2012/12/seja-bem-vindo-dezembro-sorteio.html beijos!

Suzi disse...

Eu fico com aquele pé atrás bem característico: gosto de baixar via fansub. Mas,iria adorar ter as box dos originais. Não tem preço ter o original (tem sim,mas é outra história). Só que eu acho que não vai vingar. Exatamente por causa dos fãs. E também por causa de um problema chamado "pirataria".
b l o gFanpageTwitter

Participo!

Onigiri quase Prédio

Termos legais

O conteúdo desse blog é protegido por: Creative Commons License
Melhor visualizado no Chrome ou Firefox.