Hey! Você está no Blog YUME, seja bem-vindo(a)!

Bem vinda (o) ao YUME, um blog pessoal e sem fins lucrativos, criado pela B-chan, para satisfazer seu próprio ego.
Aqui, você encontrará reviews de animês e mangás, matérias sobre J-music e K-music, além de comentários de notícias relacionadas a esses meios.

CLAMP — Quatro garotas, muita criatividade e sucessos incríveis

Vamos dar uma volta no grupo mais importante da atualidade no mundo dos animês e mangás. Sinônimo de talento, dedicação, criatividade e referência em qualidade no mundo inteiro. Seja bem-vindo aos mundos da  CLAMP.

CLAMP e YUME
Eu fico imaginando como seria o nosso mundo Otaku se não houvesse a CLAMP. Essas quatro mangakás —antes doze pessoas—que desde seu primeiro trabalho oficial, RG VEDA, de 1989, vem conquistando o mundo com sua criatividade, ouso dizer, seus trabalho inovadores que melhoram cada vez mais conforme o tempo passa.

 Uma linda cena do espetacular mangá RG VEDA da CLAMP
Com personagens marcantes, roteiros incriveis, tramas inipensaveis, a CLAMP hoje em dia é sinônimo de sucesso. Costumam abordar em seus trabalhos temas como homossexualismo e pedofilia, o que volta e meia gera grandes polêmicas sobre as mensagens que desejam transmitir.


 ->Os seus trabalhos
Muitos de seus trabalhos foram publicados apenas em revistas:
feito no Blog YUMEP.S.:Copiar essa imagem em sites, forúns e blogs é permitido desde que se dê os créditos ao Blog YUME.
Além de seus super sucessos como X-199, Card Captors Sakura, Tsubasa Reservoir Chronicle, Chobits, Guerreiras Mágicas de Rayearth…
E também fizeram muitas colaborações em animês de sucesso, como em Code Geass, Sweet Valerian e Clamp School Paranormal Investigators…

 

-> Sobre as garotas

Antes, o grupo de originalmente 12 pessoas chamava-se Amarythia. Os trabalhos que faziam nessa época, eram fanzines e doujinshis de obras famosas daqueles tempos.
O nome CLAMP só foi adquirido em 1990, depois de cinco pessoas deixarem o grupo. Ao final de RG VEDA, em 1994, duas pessoas também abandonarem o grupo. Sendo assim, sobraram quatro garotas: Ageha Ohkawa, Mokona, Tsubaki Nekoi e Satsuki Igarashi. A propósito, segunda elas, CLAMP significa uma pilha de batatas sendo amassadas.[XD]
 Cada uma um animal
Em 2006, o grupo completou 15 anos. Nesta ocasião, além de uma festa maravilhosa e cheia de brindes, as quatro moças trocaram os seus nomes em comemoração.

Ageha OhkawaAgeha Ohkawa
Nasceu em 2 de maio de 1967, em Kyoto.
Ela é a líder do grupo. Além de negociar com as editoras e planejar as vendas, ela é responsável pelos roteiros dos mangás e animês e pelos designers das capas.  É ela quem “inventa” as histórias.
Antigo nome: Nanase Ohkawa




Mokona Apapa
Mokona
Nasceu em 16 de junho de 1968, em Kyoto.

Ela é a desenhista principal, designer dos personagens, além de fazer os cenários, distribuição e layout das páginas. Mokona A-DO-RA roupas típicas japonesas. Eu acredito que ela só usa quimono.
Antigo nome: Mokona Apapa



Tsubaki Nekoi
Tsubaki Nekoi
Nasceu em 21 de janeiro de 1969, em Kyoto.

Tsubaki é desenhista secundária, assistente de arte. Ajuda muito a Mokona corrigindo suas ilustrações. Ela é co-diretora e define as cores a serem usadas. Uma expert em cores… Ela desenhou o mangá Wish sozinha.

Antigo nome: Mick Nekoi

Satsuki Igarashi

Satsuki Igarashi
Nasceu em 8 de fevereiro de 1969.

Ela revisa as idéias (muito crazy) de Ohkawa, é assistente de arte e coordenadora de produção. Auxilia nas ilustrações dos mangás, fazendo o desenho dos personagens de Chobits e Tsubasa: Reservoir Chronicle. E de vez em quando cozinha para o grupo. [:3].

Antigo nome: Satsuki Igarashi



-> A mensagem?

No começo desta postagem eu disse que muitas pessoas discutiam sobre a mensagem que a CLAMP passa através de seus trabalhos.
Em todas as histórias (se não, em 90% delas) que elas produzem sempre há a busca por um desejo. Os personagens sempre buscam a realização de um desejo, ou um sonho se você preferir. O ápice disso é em XxXHolic, onde fica mais que claro.
A resposta varia de pessoa para pessoa. Se me permitem dizer, eu acredito que a “mensagem” é: “Embora possa ser difícil, os sonhos podem ser realizados. Mas para isso, você não deve ter medo de se machucar”.
Porque, afinal, tudo tem um preço.

2 Comentários:

Joe disse...

*----*
OMG!A mensagem ficou show
Adorei essa postagem...

Seu blog sempre fica cada vez melhor, é incrível!!!

Tany disse...

:3
Obrigada!
E sempre estaremos melhorando, pode apostar!

Participo!

Onigiri quase Prédio

Termos legais

O conteúdo desse blog é protegido por: Creative Commons License
Melhor visualizado no Chrome ou Firefox.